São Joaquim e Santa Ana

30 de junho de 2022

Amados irmãos e irmãs, estamos iniciando o mês de julho e é como muita alegria que celebramos a festa dos nossos Padroeiros Santa Ana e São Joaquim avós de Jesus Cristo e pais de Nossa Senhora.

O culto aos pais da Virgem Maria foi tardio no Ocidente, com início tímido em torno de 900-1000, enquanto no Oriente cristão já no século VI havia manifestações litúrgicas relevantes, especialmente em ligação com as festas marianas como a Conceção e a Natividade. Foi o papa Gregório XII que apontou, em 1584, a sua festa litúrgica para 26 de julho.

O nome de Ana deriva do hebraico Hannah (graça), ao passo que Joaquim significa, sempre do hebraico, “Deus torna fortes”. Apesar de sobre Ana haver poucas notícias.

A mãe da Virgem é titular de múltiplos padroados, quase todos ligados a Maria. Por ter trazido no seu ventre a esperança do mundo, o seu manto é verde, por ter protegido Maria como joia num cofre.

E mais Santa Ana é padroeira das mães de família,das viúvas, e é invocada nos partos difíceis e contra a esterilidade conjugal. As parturientes dirigem-se a ela para obter de Deus três grandes favores: um parto feliz, um filho saudável e leite suficiente para o poder amamentar.

Com muita alegria, fé e esperança, nossa paróquia depois de dois anos sem fazer esta festa por causa da pandemia, vamos a partir do dia 17 a 26 de julho celebrar nossos padroeiros e teremos todos os dias a nossas barraquinhas.

Oração para proteção dos avós

“Senhor por intercessão de São Joaquim e Santa Ana, lembra-Te daqueles a quem deste o dom da vida longa. Recompensa-os agora pelo bem que realizaram no passado, perdoa-os por suas falhas. Torna seus dias felizes e dá-lhes Tua graça a fim de que sigam crescendo através dos desafios de seus últimos anos. Dá-lhes a vida eterna contigo. Senhor Jesus, peço-te uma bênção para todos aqueles que chegaram à idade avançada. E a mim Senhor peço a graça de saber valorizar os idosos, peço a graça de saber dar atenção, carinho e afeto, respeito e dignidade aos idosos. Sei que se vossa bondade me conceder um dia, também o serei e sei que a vida é um aprendizado. Por isso rezo, dai-me a graça de saber envelhecer, dai-me a maturidade que a minha idade permite ter, dai-me sabedoria, compreensão do mundo e das pessoas porque cada dia é um passo rumo à Tua presença. Senhor por intercessão de São Joaquim e Santa Ana, avós de Jesus, pedimos a graça de aceitar o tempo, aceitar os fatos, mas nunca desistir de um recomeço. Aos que já são idosos, pedimos Senhor que saibamos amá-los em suas fragilidades, acolhê-los em suas limitações, ajudá-los em suas dificuldades. Que a minha presença junto aos idosos leve-os a superar o sentimento de solidão e me ajude a ser um ouvido que escuta, uma mão estendida e um coração que ama. Amém.

Deus abençoe a todos os paroquianos(as) e todos de bom coração.

Pe. Elinei Eustáquio Gomes

FacebookWhatsAppTwitter