“Desejo que esse mês vocacional seja para todos nós um tempo fecundo e de encontro com Jesus”, exorta dom Salm

3 de agosto de 2022

Por ocasião do Mês Vocacional na Igreja no Brasil, que teve início agora em agosto, o presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, dom João Francisco Salm, gravou um vídeo no qual aborda a importância de se bem celebrar a temática proposta para este ano: “Cristo Vive! Somos suas testemunhas”.

Para dom Salm, o Mês Vocacional é um tempo especial de se fazer o serviço da animação vocacional com oração mais intensa, chamados, convites, com uma boa catequese vocacional. No entanto, o bispo alerta para o fato de que é importante quando se trata de animação vocacional se partir sempre de Jesus.

“Jesus é aquele que chama, aquele envia. Conhecer Jesus, saber quem ele é desperta em nós um grande encanto por ele, pela vida que ele viveu, pela proposta que ele nos faz, portanto, conhecer Jesus é o caminho para que se perceba o chamado”.

No vídeo, dom Salm explica que após a realização do Sínodo para a Juventude, em 2018, o Papa Francisco escreveu a Exortação Christus Vivit.

“Neste livro, no capítulo 4º, o Papa diz que há um anúncio para todos os jovens que nunca deve se calar. Esse anúncio é constituído de três pontos, de três verdades, de três afirmações: a primeira é que Deus te ama; o segundo é que em Jesus Deus te salva. Jesus é Deus que se fez homem e morreu por ti na Cruz; e o terceiro ponto é que Jesus, que é Deus feito homem, vive! Jesus está vivo. Não é uma ideia, não é um nome que se sepultou no passado”.

Segundo dom Salm, os dois primeiros anúncios salientados pelo Papa Francisco, em sua exortação, já foram refletidos no mês vocacional dos anos anteriores e que, neste ano, o terceiro anúncio – “Cristo Vive! Somos suas testemunhas” – foi escolhido para ser a temática do Mês Vocacional 2022.

“Neste mês de agosto todo o trabalho que se fizer de animação vocacional deve trazer sempre de novo esse tema – Jesus está vivo. Jesus é aquele que me salva, me salvou, é o filho de Deus que veio ao mundo”, diz dom Salm.

Na sequência, dom Salm lembrou que em cada semana do mês de agosto se costuma tratar sobre um diferente tipo de vocação: a vocação presbiteral, no primeiro domingo, com o “Dia do Padre”, a vocação ao matrimônio, no segundo domingo, com o “Dia dos Pais”, a vocação à vida religiosa, no terceiro domingo, dia dos religiosos e religiosas, e a vocação dos leigos e leigas, com o dia do catequista, no quarto domingo. 

“Desejo que esse Mês Vocacional seja para todos nós, em toda a Igreja, um tempo fecundo, um tempo de encontro com Jesus, de renovação da fé, de reencontro com alegria e com todas as disposições de dar testemunho dele”.

Confira o vídeo na íntegra:

FacebookWhatsAppTwitter